Instructors.png

Instrutores do SI: Carta de Rinpoche

Prezados amigos,

Esta carta é para informá-los sobre alguns dos novos instrutores do Darma que eu solicitei que ajudassem a guiar e aconselhar nossos alunos e praticantes, e também para encorajar os instrutores mais antigos no seu trabalho contínuo de propagação do Darma. Penso que o contexto em que isto está acontecendo está mudando tão rapidamente que vale a pena compartilhar alguns pensamentos.

Estamos vivendo em uma era digital que muda de forma incrivelmente rápida, em que as redes sociais podem rapidamente gerar ondas de esperança e medo, e a desconfiança e a suspeita podem surgir mais abruptamente do que nunca. Nesta época e dias atuais, tudo o que não é visível, tangível ou diretamente relacionado a esta vida mundana é visto com dúvida e descrença - e muitas vezes com razão!

Em tempos como estes, até mesmo sugerir seguir um Lama tradicionalmente reconhecido pode ser mais perigoso do que recomendar um médico para uma complicada cirurgia cardíaca. E indicar como guia espiritual alguém que não tenha uma pele escura e não seja proveniente de uma terra exótica requer uma coragem extra.

Então eu estou fazendo este anúncio depois de muito pensar e somente em um nível completamente humano - simplesmente porque eu passei algum tempo com essas pessoas e as conheço há mais tempo do que outras. Isso certamente não é porque elas têm qualquer graduação ou qualificação ou porque eu tenha qualquer tipo de onisciência para conhecê-las devidamente.

Mas durante o tempo que eu as conheço, eu posso ao menos dizer que elas não mostraram nenhum desequilíbrio grave visível ou extrema ambição ou desejo espiritual materialista de se tornar um guru ou ganhar a vida a partir do Darma.

Da mesma forma, nomear essas pessoas como instrutores do Siddhartha's Intent não tem nada a ver com alguma iniciação tântrica ou vê-las como gurus que assumem a responsabilidade sobre a vida de seus alunos. Em vez disso, esses instrutores são companheiros espirituais e amigos daqueles que estão no caminho - o que nós chamamos de kalyanamitra na tradição Mahayana - compartilhando seu conhecimento espiritual e fornecendo informações úteis àqueles que estão no caminho.

Afinal, nós somos seguidores do Buda Shakyamuni, que nos disse para confiar nos ensinamentos e não na pessoa. Então é nesse espírito e com essa intenção que eu solicitei tanto aos novos quanto aos antigos instrutores para fazer de tudo para preservar, propagar e servir ao Darma de Buda.

Com esse entendimento, eu solicito aos novos e antigos instrutores (listados em ordem alfabética por sobrenome) que ajudem a guiar e aconselhar nossos alunos, com bom coração, generosidade, cuidado e com a maior relutância em ensinar:

Summer Adams, Bruce Ashton, Jamyang Choden, Tsering Chodron, Steve Cline, Debbie Dorjee, Ngondrup Dorjee, Hanna Ebinger, Bridget Gebbie, Ani Gosha Gray, Chanel Grubner, Jangchub Haubner, Jing Rui Huang, Cydney Kawamura, Florence Koh, Melitis Kwong, Chris Jay, Sydney Jay, Shan Lan Lee, Jakob Leschly, Jimmy Ma, Douglas Mills, Arne Schelling, Ross Smith, Khenpo Sonam Tashi, Khenpo Sonam Phuntsok, Deva Shih, Stephanie Suter, Longdrol Szeto, Deepa Thakur, Alex Trisoglio, Kris Yao, Ani Zangmo.